Bem estar

Contato com a natureza: como morar em áreas verdes melhora a saúde

Eu quero uma casa no campo, onde eu possa ficar no tamanho da paz e tenha somente a certeza dos limites do corpo e nada mais”. Nesse trecho da música “Casa no Campo”, que ficou imortalizada na incrível voz de Elis Regina, é possível perceber que o desejo de procurar mais felicidade e saúde em uma vida próxima à natureza é um sonho antigo das pessoas.

Mesmo quem vive nas grandes cidades, conforme comprovam diversos estudos, encontra diversos benefícios quando opta por morar em áreas verdes e, portanto, mais arborizadas. São alguns dos principais:

  • aumento na sensação de bem-estar;
  • aumento na longevidade;
  • menor risco de doenças renais e respiratórias;
  • diminuição na probabilidade de quadros depressivos.

No dias atuais, em que as pessoas quase não possuem tempo para cuidar de sua saúde, ter sua casa próxima a áreas verdes pode ser um grande diferencial na qualidade de vida. Por isso, ao continuar a leitura deste artigo, você descobrirá quais as vantagens que viver em contato com a natureza pode proporcionar. Vamos lá?

Menor contato com a poluição

Um dos benefícios mais diretos de morar em áreas verdes — sendo, para muitos, o principal motivo para viver em regiões assim — é o menor contato com a poluição, sobretudo, do ar. O risco de desenvolver uma série de doenças respiratórias (como a bronquite, a asma e a rinite) é bem menor, principalmente para as crianças.

Um estudo realizado realizado por pesquisadores da Universidade de Colúmbia comprovou que a densidade de árvores presentes em um bairro ou em uma rua influencia diretamente no número de internações de crianças com problemas respiratórios ou no surgimento de casos de asmas.

Essa pesquisa mostrou que, em áreas arborizadas, pode-se observar uma diminuição de 24% no número de casos de asma e uma redução de 17% na quantidade de internações, em comparação às regiões com menos árvores.

Em outro estudo, comparou-se a saúde das pessoas que vivem em áreas urbanas mais verdes com a de outras, que são moradoras de áreas com menor índice de arborização. Ele permitiu concluir que pessoas que vivem mais próximas à natureza possuem também uma melhor saúde mental.

Mais uma vantagem que pode ser percebida em regiões mais arborizadas é a menor incidência de poluição sonora. De acordo com especialista da USP, a vegetação serve como uma barreira que amortece e retém o som.

Melhor qualidade de vida

Uma vida acelerada, somada a um trânsito caótico e com grande incidência de ruídos, consegue tirar a tranquilidade da maioria das pessoas. Isso acaba gerando um sério nível de estresse. Moradores de grandes cidades relatam esse problema com frequência, sendo um ponto comum de reclamação.

Há alguns estudos que comprovam que a proximidade com a natureza traz diversos benefícios ao corpo humano. Pessoas que vivem perto de áreas verdes — que podem ser praças ou parques, por exemplo — possuem melhor qualidade de vida, pois tendem a ser mais saudáveis, menos estressadas e, por consequência, mais felizes.

Isso se deve principalmente ao fato de que o organismo humano é adaptado para viver próximo à natureza. Algumas pesquisas afirmam que moradores de áreas arborizadas — independentemente do tamanho do espaço verde — possuem uma taxa de longevidade maior que a de pessoas que não têm muito contato com a natureza.

Em outro estudo, ficou provado que aqueles que moram em áreas mais arborizadas apresentam uma melhor saúde mental e emocional. Sendo assim, elas possuem um menor risco de desenvolverem doenças como a ansiedade e a depressão.

Maior propensão a praticar atividades físicas

Ficar próximo de áreas espaçosas e que possuem muitas árvores, como parques e praças, incentiva as pessoas a realizar atividades físicas. Essa situação foi observada por pesquisadores americanos que, em um estudo, comprovaram que crianças que viviam em bairros próximos à áreas verdes apresentavam menores índices de massa corporal, ou seja, menores chances de desenvolver quadros de obesidade.

A presença de um espaço propício para a realização de exercícios também estimula a prática esportiva, fazendo com que as pessoas apresentem melhor humor e maior disposição para enfrentar os desafios do dia a dia.

Em outro estudo, ficou confirmado que a prática de atividades físicas em ambientes abertos é mais saudável e eficaz do que aquelas realizadas entre quatro paredes. Sendo que pessoas que se exercitam ao ar livre apresentam maior propensão a repetir a atividade física dentro de um determinado espaço de tempo.

Vida mais saudável

Outra vantagem perceptível de se morar em áreas verdes é a melhora no estilo de vida. Esse contato faz com que as pessoas busquem se alimentar de uma forma mais saudável. Isso acontece por que uma maior convivência com a natureza altera a percepção delas, fazendo com que deem preferência a alimentos mais frescos, como frutas, verduras e legumes.

Esses ingredientes podem ser encontrados em locais próximos, ou, até mesmo, produzidos em uma horta doméstica. O grande benefício de produzir os alimentos em casa é que o plantio resulta em produtos orgânicos. Eles apresentam menor concentração de agrotóxicos e, portanto, são menos prejudiciais à saúde.

Temperaturas mais agradáveis

Em grandes centros urbanos — que apresentam um elevado grau de urbanização e de poluição atmosférica — existe um grande número de edifícios e vias de tráfego, que concentram o calor proveniente do sol e impedem a dissipação do ar quente, transformando essas regiões em uma verdadeira estufa.

Entretanto, em áreas mais arborizadas, com construções mais espaçadas e que possuem melhor ventilação, é possível perceber uma temperatura mais agradável, pois o calor consegue se dissipar com maior facilidade.

Como você pode perceber, apenas pelo fato de morar em áreas verdes ou em suas proximidades e por ter um maior contato com a natureza, é possível usufruir de diversos benefícios que podem melhorar sua qualidade de vida e trazer mais disposição. Essa é, portanto, uma ótima solução para pessoas que têm um dia a dia agitado e não conseguem cuidar de sua saúde de maneira adequada.

Se você gostou dessas dicas e gostaria de receber mais informações relevantes em sua caixa de e-mail, assine nossa newsletter e tenha sempre acesso a conteúdo de primeira.

Você pode gostar
Qualidade de vida: 8 dicas para aproveitar o tempo com os filhos em casa
5 motivos para você morar em um condomínio para famílias

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This