Decoração

Como decorar uma casa com crianças?

Decorar a casa nova ou fazer aquela reforma que você espera há tempos é uma oportunidade de colocar todas as suas ideias em prática e deixar cada cantinho do jeito que sempre sonhou. Você pode escolher e mesclar cores, móveis e artigos decorativos entre as infinitas ofertas do mercado. Mas… e as crianças?

Uma casa com crianças precisa de cuidados específicos. Porém, em vez de limitar as suas opções, lembre-se de que a imaginação e a criatividade dos pequenos podem dar um toque especial ao seu projeto visual. E não estamos falando apenas do quarto, mas sim da casa toda. Afinal, o lar deve ser aconchegante para todos os moradores.

Diante de uma rotina agitada, decorar a casa junto com as crianças é uma boa forma de aproveitar o tempo (que muitas vezes é escasso) e tudo se tornar uma divertida brincadeira. Confira nossas dicas e mãos à obra!

Escolha uma paleta de cores vivas

Cores vibrantes e alegres são a cara da criançada. Uma ideia interessante — e que está em alta na decoração — é inserir essas cores nos cômodos comuns da casa. Vale desde detalhes, se você prefere um tom mais clean, até móveis bem coloridos.

As cores deixam o ambiente mais vivo e propício à criatividade. E dá para fazer combinações elegantes e de acordo com os mais variados estilos. Tenha sempre em mente o equilíbrio entre os elementos da decoração para que todos os moradores se sintam à vontade com o design da residência.

E ao comprar as tintas para paredes, móveis e demais itens, certifique-se de que não contenham produtos tóxicos.

Busque inspiração em personagens e histórias infantis

Toda criança tem as suas histórias e os seus personagens favoritos. Acredite: o seu filho vai adorar ter no seu cantinho elementos que remetam a essas narrativas. Aproveite cores, elementos e objetos com a identidade visual do personagem.

Se você também gosta de filmes e de sagas infantis, pode até ousar e inserir um papel de parede com essa temática na sala. No quarto das crianças, fica interessante usar em artigos como:

  • luminárias;
  • molduras;
  • placas decorativas;
  • porta-retratos;
  • pôsteres;
  • e roupas de cama.

Caso esse seja o ponto principal da decoração, aposte em papéis e em adesivos de parede que podem até fazer as vezes de uma cabeceira de cama.

Use os desenhos das crianças como peças decorativas

Os desenhos são uma das principais formas de expressão das crianças e podem compor a decoração da casa de forma bonita e delicada. É uma forma de valorizar as produções da criança e inseri-la no funcionamento da residência.

Escolha, junto com eles, os desenhos mais bonitos e use da forma que gostarem mais. Temos algumas sugestões para vocês:

  • faça um varal com os desenhos e use pregadores divertidos;
  • coloque molduras nos desenhos e use como quadros, pôsteres e placas decorativas;
  • monte um mural na parede, como se fosse um mosaico. Vai fazer as vezes de um papel de parede.

Crie um quarto divertido

É no quarto das crianças que você pode soltar a imaginação junto com elas. O essencial é que a criança tenha ali o seu refúgio e o seu espaço particular. E quanto mais aconchegante e divertido for para ela, mais se identificará com o cômodo.

Mais do que deixar o quarto bonito, é um estímulo para que o pequeno queira dormir em seu próprio quarto. Veja como deixar o ambiente mais interessante:

  • use adesivos de lousas ou rolos de papel para que a criança possa desenhar sem danificar a parede;
  • aproveite os brinquedos como objetos de decoração em nichos e em prateleiras;
  • aplique adesivos no teto, pois isso dá uma sensação de tranquilidade e fica bem simpático. Os mais comuns são pássaros, estrelas e planetas.

Inclua a sala nessas ideias

Quando dissemos que toda a casa pode entrar na dança, incluímos a sala. Arquitetos e designers de interiores já consideram tendências a criação de projetos para salas de estar com móveis e até espaços dedicados às crianças.

Como a sala é um dos locais mais voltados à convivência, é interessante transformá-la em um ponto de brincadeiras e interação entre pais e filhos. Talvez um balanço ou um escorregador sejam inviáveis para você, mas algumas alternativas podem caber no seu projeto:

  • móveis de contornos arredondados;
  • tapetes e almofadas coloridas;
  • ambientes com espaços mais abertos para a circulação das crianças;
  • cantinho de brincar, onde você escolhe um espaço da sala para colocar redes, cabanas, tapetes emborrachados etc.;
  • se for possível harmonizar com o ambiente, dá para usar as lousas adesivas na parede da sala.

Atente-se à segurança das crianças

Com a imaginação fértil e a curiosidade natural da infância, os pequenos podem ficar expostos a alguns riscos na casa. Por isso, antes de partir para a decoração, invista em equipamentos de segurança, como:

  • protetores de quinas;
  • protetores de tomadas;
  • travas de armários;
  • travas de gavetas;
  • e travas de porta.

Cada faixa etária requer cuidados específicos. Dependendo da idade das suas crianças, considere inserir, no projeto, grades de separação de ambientes ou de proteção nas camas.

Além disso, preste bastante atenção a janelas, sacadas e varandas. Você precisará instalar grades ou telas protetoras. Prefira materiais com cores mais escuras, pois, como ficam na área externa, os claros sempre ficam encardidos e com aspectos de sujeira.

Já em relação ao piso, prefira os de textura antiderrapante e que secam com facilidade. Assim, na hora da correria, você tem uma preocupação a menos.

Priorize a praticidade

Na hora de escolher texturas e revestimento de móveis, paredes e estofados, a palavra de ordem é segurança. E a 2ª, com toda certeza, é a praticidade. Procure materiais fáceis de limpar, que secam rápido e que sejam resistentes às peripécias das crianças.

Com tantas atividades, ninguém vai querer usar o tempo de lazer para fazer faxinas complicadas, não é mesmo?

Aqui também ressaltamos os móveis com multifunções — como mesas que são baús e bancos que viram caixas. Eles ajudam a manter a organização e não ocupam muito espaço.

Cada vez mais, o mundo infantil está fazendo parte dos projetos de design de forma sutil e harmônica com a proposta de ambientes mais adultos. Decorar uma casa com crianças pode ser um desafio muito divertido, e você não precisa abrir mão da elegância e da sofisticação.

Gostou das nossas dicas? Então curta a nossa página no Facebook e continue acompanhando os nossos conteúdos.

Deixe seu comentário

Seu Comentário*

Seu Nome*
Seu Site

Share This